segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

[Conversando com Rafa # 1] Do que são feitas as estrelas?, de Jana Meilman | Por Rafa Vieira

Coisas boas acontecem pra quem tem coragem. Coragem e força pra falar o que acontece aí dentro, aqui dentro, neste logo-ali do peito que é também bem perto do espírito. Afinal, por mais abafado que esteja, o coração por vezes transborda, e chora, e apenas um outro coração que já doeu pode nos ouvir assim tão de pertinho. 

Neste início de ano, em meio a compromissos, trânsito e conversas vazias, duas foram as mensagens que alegraram o meu dia: uma, a da autora Jana Meilman, que com muita gentileza e brilho nos olhos compartilhou conosco sua história, e também o seu livro. E como diria um cantor que muito admiro, é preciso que o artista (e também o escritor, claro) seja simples de coração, e não tenha medo de seus sonhos e desafinos. E é curioso perceber o modo como a empatia apenas surge, assim... leve, porém do tamanho de um universo.

E foi assim que, com um novo livro nas mãos, uma segunda mensagem chegou, e com ela uma nova amizade: amigos do blog Papel Papel, é com grande alegria que apresento a vocês nossa nova colaboradora, a menina Rafa Vieira, que tem vinte anos, e é lá do Rio Grande do Sul, e, principalmente, tem uma intensidade de alma simples, e por isso assim tão em sintonia com a gente. Seja bem vinda, Rafa! :)

Então é isso, pessoal! Espero vocês gostem do trabalho da Jana e da Rafa, e que possamos neste ano cada vez mais conversar sobre literatura e vida, sempre à beira de muito amor, tranquilidade e livros.

2017, este ano que nem promete, já realiza, não é mesmo? <3

Um abraço a todos,
Rebeca



Guaíba / RS, 16 de janeiro de 2017


Sempre me atraio por um livro pela sua capa, outros, por sua história, e também tem aqueles que me atraem só pelo olhar. O livro Do que são feitas as estrelas?, da autora Jana Meilman, me atraiu por todas as opções.

O livro conta a história de três meninas que, apesar de terem vidas diferentes, estão unidas em único propósito: entrar para a escola Watson em Nova York e se tornarem atrizes famosas. Cada uma tem um estilo de vida diferente (baladeira, filhinha do papai, e reservada), e com isso poderíamos supor que nunca iriam se dar bem, mas você vai ver ao longo do livro que as personalidades delas se completam, e é isso que torna a história tão interessante.

Como em qualquer colégio, elas se envolvem situações constrangedoras, amores, e, como estão longe de casa, enfrentam a saudade da melhor forma possível. (uma bebe, a outra chora e a outra segura firme!). Mas, graças a essa união, elas superam muita coisa, e você verá ao longo da história que não é pouca coisa que elas passam juntas.

Bom, não sou de chorar lendo livros, talvez porque fui criada pra ter um emocional de pedra, mas chorei ao ler esse livro. Porque me identifiquei com as personagens, elas têm um pouco de mim. Também não sei expressar o que sinto, e quando expresso é como uma bomba, pois perdi meu pai e sinto a falta dele até hoje, e por isso fui muito protegida pela minha família.

Esse livro me conquistou de uma maneira que não sei como explicar, é difícil colocar em palavras, porque não estou achando. Nesse livro você ri, você chora, você fica brava com as personagens, eu tive vontade de entrar no livro e esganá-las algumas vezes, e outras, de confortá-las.

O livro tem uma mensagem linda! Não importa a dificuldade que você esteja enfrentando: a dor que você está sentindo, se deixar que toma conta de você, sua vida irá afundar. O mundo não para porque você está sofrendo, a vida segue, às vezes é cruel, e por mais que você ache que passar por ela sozinha é uma boa, vai por mim, não é. Precisamos das pessoas para sobreviver a esse mundo que nos dá mas também nos tira com a mesma rapidez com que nos deu.

Nunca desista de seus sonhos! Sim, é dificil. Bom, e o que é fácil nessa vida? As dificuldades só nos fortalecem, e quando olhamos para trás, depois de tudo, percebemos que vale realmente a pena passar pelas provações que a vida nos impõe, e é por isso que hoje somos mais fortes, mais resistentes, mais humanos, e com uma melhor visão da humanidade e do mundo.

Ah, achei muito legal a trilha sonora do livro, o meu celular agradece, estava precisando de umas músicas boas!

Parabéns para a autora, amei o livro e vou reler com certeza! Um dia vou comprá-lo para colocar na minha estante e, sempre que eu estiver triste, vou reler e reler, para me motivar. Parabéns mesmo, Jana Meilman!

Essa foi a minha opinião, simples, mas sincera.

Um abraço,



Do que são feitas as estrelas?
eBook Kindle por Jana Meilman

Sinopse: O que torna uma pessoa comum em alguém extraordinário? Como realizar um sonho que parece ser impossível? Afinal, do que são feitas as estrelas?

Todas essas questões não saem da cabeça de Malu, uma jovem que deixou o Brasil para estudar na Watson School, uma das escolas de Artes Cênicas mais importantes do mundo, famosa por transformar seus alunos em grandes estrelas.

A escola que fica em Nova Iorque é o ponto de partida na jornada de Malu, que vai precisar fazer escolhas difíceis e superar uma tragédia inimaginável que transformará para sempre a sua forma de encarar a vida.

A força para realizar o seu sonho, Malu encontrará em pessoas especiais que surgirão em seu caminho, entre elas, Sofia López uma mexicana carismática que faz parte de uma família singular, e Lauren Cogley uma irlandesa determinada e nem um pouco convencional.

Juntas, as três amigas vivem aventuras, romances, descobrem a força da amizade e do que são feitas as estrelas.


2 comentários on "[Conversando com Rafa # 1] Do que são feitas as estrelas?, de Jana Meilman | Por Rafa Vieira "
  1. Oh gente, como faço para parar de chorar depois desses textos. Primeiro pela apresentação linda da Rebeca. Lindo Rebeca. Lindo. Você deixou a escritora sem palavras:) Obrigada pela oportunidade, pelo espaço precioso cedido para contar um pouco sobre a história das minhas meninas. E obrigada por me apresentar a Rafa!

    Rafa, que lindeza o seu relato sobre o livro. Que sensibilidade. Que simplicidade mais requintada! Que linda leitura você fez da minha história. Muito mais do que eu poderia imaginar. Obrigada por ter se envolvido com a história e por dividir os seus sentimentos a respeito do que o livro te proporcionou. Agora quem está chorando sou eu! O que posso te dizer? Carpe Diem mon amour! Seja feliz!:) Obrigada por essa experiência! bjs, Jana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da nada!! Tudo foi sincero e verdadeiro! Seu livro emociona e toca o coração de quem o le. Obrigada por essa obra linda entrar na minha vida!😍

      Excluir

Custom Post Signature