Algo simples pode salvar o dia - Por Marcelo Marchiori

by - 10:16:00


"Mas, quando nada subsiste de um passado antigo, depois da morte dos seres, depois da destruição das coisas, sozinhos, mais frágeis porém mais vivazes, mais imateriais, mais persistentes, mais fiéis, o aroma e o sabor permanecem ainda por muito tempo, como almas, chamando-se, ouvindo, esperando, sobre as ruínas de tudo o mais, levando sem se submeterem, sobre suas gotículas quase impalpáveis, o imenso edifício das recordações."

(Marcel Proust, Em busca do tempo perdido - No caminho de Swan)

"Viver psicologicamente significa imaginar coisas". A apreensão da realidade nunca se dá de forma direta, sem o intermédio do nosso psiquismo. Aquilo que vejo tem contornos e colorações diretamente associadas à minha existência e memória. Sou composto daquilo que vivi e de tudo aquilo que imaginei ou fui imaginado por quem me ama ou odeia.

Em tempos de tanta sofisticação vazia, a tal da gourmetização, uma singela [porém nada vazia] animação da Pixar dá uma pista do que é afetar a existência do outro. Na cena, tão curtinha e que vale a pena ser vista, o crítico gastronômico, Anton Ego, cruel e cheio de si, é levado a recordar toda sua infância com uma simples receita rústica de Ratatouille. Não é a extrema sofisticação que sai vitoriosa, técnicas de controle do outro, mas a capacidade de ser profundamente sincero naquilo que se propõe.


Seja falando de gastronomia, arte, publicidade, psicologia, artesanato etc, querer tocar o outro é ter a coragem de tocar a si mesmo. Aprender com próprio mundo imaginal aquilo que tem algo de maior que nós mesmos. Em tempos que convertemos a nossa vida pessoal em tanta publicidade nas redes sociais, pode ser benéfico catalisar emoções, não pelo domínio ou pela indução maldosa de quem deseja dominar, mas sim pelo simples afeto. Algo parecido com o carinho de quem cozinha para nós sem pedir nada em troca... a não ser compartilhar a felicidade e satisfação de se comer uma comida quentinha.



Marcelo Marchiori é psicólogo clínico, especialista em interpretação de sonhos e imaginação ativa. Realiza atendimentos presenciais e online, além de palestras e cursos com temas psicológicos. Escreve [quase] diariamente sobre psicologia, comportamento e sociedade. Pode ser seguido por seu perfil no Facebook e na página da Descobrindo Sonhos, uma clínica terapêutica que utiliza técnicas de imaginação para ajudar seus clientes a conseguirem maior satisfação pessoal e saúde mental. Contato: Rua Frei Cândido, 314 - Fábricas - São João del Rei / MG | (32) 3372 2779 [também realizamos atendimento online]

You May Also Like

0 comentários

Visitas