Top 5 livros preferidos é muito injusto! | Texto por Keka

by - 17:47:00

Começando a semana com um Top 5 de livros preferidos de uma de nossas novas colaboradoras, a Keka, que mora no Ceará, estudou letras francês e virou cozinheira/confeiteira. Aliás, você pode conferir o cotidiano da Keka e as gordices que ela apronta em casa seguindo o Instagram @minhacozinhameumundo :) Além de trabalhar com gastronomia, a Keka é beatlemaniaca, ama cinema, é muito nerd/geek, lê muito e não vive sem tv e Sucrilhos.

Vamos conhecer esse top 5 de preferidos?




Chame o chef - Luciana Fróes
Ed. Nova Fronteira

Esse divertido livro conta os desastres culinários de alguns dos maiores chefs do brasil e do mundo!

Nos seus primeiros momentos como cozinheiro, dê graças se você tiver apenas que descascar legumes e botar água pra ferver, porque tem coisa muito pior, como tirar a pele de 50kg de amêndoas, por exemplo. Pra essas pessoas que pensam que tudo é glamour, tem histórias de início de carreira difíceis de alguns chefs que hoje em dia são famosos. Como o de Michel Roux, que teve que descascar os 50kg de amêndoas algumas vezes. Tem histórias arrepiantes, engraçadas, desesperadoras, que mostram que o dia a dia de um restaurante não é nada perfeito

Nem Ferran Adriá, dono do famosíssimo e estrelado El Bulli, escapou. No dia de um jantar importante para 3.200 pessoas, onde a pièce de résistance seria um prato de lagosta, ao chegar pela manhã para montar tudo, descobriram que um problema com os refrigeradores tinha estragado 80% das lagostas! Como conseguir em poucas horas quase 3 mil lagostas em uma cidadezinha minúscula da Catalunha?

Esse é daqueles livros que você lê em pouco tempo, sem nem notar. Leitura leve e divertida. Ah, tudo bem dar risada né, afinal de contas, se já passou, a gente pode rir!


Beatles em tudo - João Resende
Editora Zás

Tudo bem, eu sou beatlemaniaca desde criancinha, meu cachorro se chama Ringo e o meu e-mail tem o nome McCartney, mas você tem que admitir: em várias situações aleatórias da vida já se deparou com muitas referências de Beatles! E foi pensando nisso que o autor do livro resolveu fazer uma minuciosa pesquisa pra provar que os Beatles estão em tudo! O resultado são mais de 260 páginas com todo tipo de referência divididos em áreas que você nem imaginaria, como teatro, cinema, ciências, literatura, esportes e até paleontologia! Claro que os fãs da banda vão amar o livro, mas se você gosta de curiosidades, também vai adorar! E como estamos em um blog literário, nada mais justo que alguns exemplos de referências na literatura! 

• John era fã de Alice no País das Maravilhas. Por isso incluiu o autor na capa de Sgt. Pepper, se inspirou num conto do livro para compor I Am the Walrus e em outro para Lucy in the Sky. Ringo participou de uma minissérie sobre a história, interpretando a tartaruga.

• I Am the Walrus é mesmo a canção mais ligada à literatura. Afinal, embora Edgar Allan Poe já tivesse aparecido na capa de Sgt Pepper, quem não lembra dele sendo chutado por pinguins nessa música? 

• O nome do maior clássico de Stephen King, The Shining, foi inspirado no refrão de Instant Karma!.

• E pra encerrar, palavras de Gabriel Garcia Marquez: " A única nostalgia em comum que alguém tem com seus filhos são os Beatles."


O prazer dos olhos - François Truffaut
Ed. Zahar

Amo cinema francês, e o Truffaut ganhou meu coração com seu olhar delicado e detalhista desde o primeiro filme dele que vi. Ele foi o ícone - e precursor - do movimento conhecido como Nouvelle Vague onde alguns jovens críticos da sétima arte com desejo de transformar o mundo resolveram fazer seus próprios filmes pra ir na contramão do cinema hollywoodiano que vivia sua época de ouro. Na Nouvelle Vague, os filmes eram mais baratos, às vezes filmados na rua, sem necessariamente ter narrativas lineares, com cortes repentinos, ângulos diferentes, personagens nem sempre bonzinhos e por api vai. Era um cinema mais cru, mais livre. 

Mas voltando ao livro, nele Truffaut mostra toda sua paixão pelo cinema e mostra porque era crítico da famosa Cahiers du Cinema: como escrevia bem! Nos artigos reunidos aqui, ele fala de diretores como Alfred Hitchcock, Jean Renoir, Orson Wells, fala de atores com quem trabalhou, fala de problemas que se enfrentava pra fazer cinema naquela época e eu tenho um carinho especial pelo capítulo onde ele conta como foi trabalhar como ator para Steven Spielberg em Contatos Imediatos de Terceiro Grau! Muito bacana mesmo! 

Enfim, se você se interessa por cinema, ler a respeito através de alguém que viveu essa arte tão intensamente, é uma ótima pedida! 


Sandman - Noites sem Fim - Neil Gaiman
Ed. Vertigo

Comecei a ler as hq's de Sandman ainda na adolescência e me encantei! O tipo de narrativa que te prende, te instiga, que mistura realidade, fantasia, magia e muita criatividade e riqueza de histórias e personagens!  Quando Noites sem Fim saiu, corri pra comprar! O livro é um presente pros fãs, porque é a volta de Gaiman ao universo que ele criou tão bem! E pra completar é um livro belíssimo! Ele escolheu seus desenhistas preferidos, um pra cada história dos Perpétuos. Incluindo Milo Manara 💗 e arrematando todo o design luxuoso do livro tem o incrível Dave McKean, tradicional colaborador de Gaiman. 

O livro também é um bom começo pra quem nunca leu Sandman ou não tem tanta familiaridade com o universo dos Perpétuos. Esse livro mostra bem como funciona a escrita de Neil Gaiman e é o livro certo pra você se interessar em conhecer mais de Sandman e de outras obras também. 

Criatividade não falta. Suspense e mistério também não. O conto da Delírio é incrivel!!! Não é à toa que Noites sem Fim foi a primeira hq a entrar pra lista do NY Times! 

Então, se voce não conhece Neil Gaiman muito bem, comece por aqui! 


As Mentiras que os homens Contam - Luís Fernando Veríssimo
Ed. Objetiva

Ah, quem não conhece Luís Fernando Veríssimo? Eu tenho quase todos os livros dele mas escolhi esse porque acho que foi o que mais me divertiu! 

Nesse livro - que foi a primeira coletânia de textos revisados e relançados pela Objetiva - tem vários textos sobre mentirinhas, mentiras e omissões que os homens contam/cometem, tudo contado de forma muito bem humorada. O texto que sempre cito quando sugiro esse livro pra alguém é o da aliança. Um inocente perde a aliança ao trocar o pneu e por achar que a esposa não ia acreditar, prefere inventar uma história mirabolante teoricamente mais fácil de acreditar do que a verdade 😄

E como diz o autor, homens não mentem, eles inventam histórias para proteger as mulheres! 

Adoro crônicas e Luis Fernando Veríssimo é meu autor preferido. Adoro as observações que ele faz do cotidiano e seu texto inteligente me deixa sempre querendo ler mais! 

Um dica de leitura pra passar o tempo e divertir, mas com ótima escrita!


Até a próxima,
Keka

You May Also Like

1 comentários

  1. Que ótimas sugestões!! Fiquei bastante curioso para conhecer as obras pela forma como o texto as descreveu.

    ResponderExcluir

Visitas