Sinto sua falta - Uma crônica de Regiane Medeiros

by - 10:23:00


“E eu andava que andava tão sozinha
Virei de canto
Olhei e segui na minha intenção
Quem vai me julgar”

Na maior parte do tempo, eu me sinto feita de titânio, inabalável, firme, sólida, inquebrantável. Mas, há dias como hoje, em que eu me sinto extremamente desgastada, tensa, frágil.

É madrugada e o fim do mundo parece mais próximo nesses momentos. E aí, eu penso em você. Penso na falta que você me faz... Mas, também penso que quando eu mais preciso, você não está aqui... Eu tento não me sentir frustrada com isso, afinal você não tem obrigação de carregar um peso que cabe a mim... Mas, não consigo parar de pensar no fato de que quando você precisa, eu sempre estou lá por você.

Só que essa é uma característica minha e já fui alertada antes de que esse traço de personalidade me torna mais humana, mas também me torna fraca.

Claro que você não vê dessa forma. Eu sei que pra você isso me torna maravilhosa. Saber que eu sempre estarei lá por você te dá segurança, não é verdade?

Mas e quanto a mim? Até quando vou esperar você se encontrar na mesma vibe que a minha? Até quando vou ter que passar noites insones me sentindo a última opção para ser sua companhia, quando está tudo bem contigo? Me quebra um pouco demais saber que você só me quer por perto quando a sua vida vai mal.

É claro que eu quero estar lá se isso acontecer – embora torça para que algo assim nunca mais se repita na sua vida. Mas também quero fazer parte das suas alegrias, das suas conquistas. E como dói não estar perto agora, quando você está bem, leve, sorridente... Talvez, se eu estivesse aí, não me sentiria tão perdida agora, tão sozinha. Porque a pessoa que eu achava que me entendia melhor do que qualquer um, na verdade parece não saber nada sobre mim.


A reciprocidade entre nós só se dá quando é você que precisa de empatia, solidariedade, amor e conforto. Quando sou eu que preciso dessas coisas, você se torna igual a todos os outros: alguém que já tem compromissos inadiáveis com outras pessoas ou qualquer outra coisa que possa servir de desculpa para não pôr em prática o que já me prometeu tantas e tantas vezes... Que eu poderia contar com você em qualquer momento de nossas vidas.

Provavelmente você nem percebe o quanto me fere com essa atitude. E eu, consciente de que não posso impor nada a você, continuo aqui sentada de madrugada, pensando no quanto sinto sua falta. O que também não é solução nenhuma.

A solução, invariavelmente é a mesma. Eu vou me levantar amanhã, respirar fundo, erguer a cabeça e me reconstruir... Sozinha.

Só para não causar confusão, preciso te dizer mais uma coisa: eu não lhe quero nenhum mal, ao contrário. Só estou deixando você ver o quanto sinto sua falta.

Quando você vai enxergar isso, é uma resposta que só o tempo trará. Só não sei até quando vou esperar.

“Então vou me enganar
Que agora não dá tempo
Que agora tanto faz
Que é hora de esquecer
E de me conformar
O que um dia já foi meu
Agora não é mais”
Mexeu Comigo, Tiê – Single, 2017

You May Also Like

44 comentários

  1. Ahhhh que texto maravilhoso, sentir falta de alguém é realmente marcante,parece tudo que fazemos relembra os momentos com a pessoa, fico feliz de ver essa publicação por aqui e irei te visitar mais vezes, muito sucesso <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por essas palavras, me incentivam a continuar nesse caminho 💖
      Um beijo!!!

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?
    Adorei a crônica, a forma clara e objetiva como escreve, expondo os sentimentos em cada linha de uma maneira delicada e criativa, o título por si só também já chama muita atenção,a leitura me prendeu do começo ao fim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Fico feliz que tenha gostado!!! Volte mais vezes 💖
      Um beijo!!!

      Excluir
  3. Olá!
    Que texto maravilhoso!
    Acho muito legal quem consegue colocar seus sentimentos através dos textos. Eu sou uma negação pra isso. Fiquei maravilhada com todo sentimentalismo e a forma como me cativou e expressou como é sentir a falta de alguém.
    PARABÉNS!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, muito obrigada!!! Não é fácil soltar o que está aqui dentro, mas a gente tenta ;) 💖
      Um beijo!!!

      Excluir
  4. Oie amore,

    Sou fascinada pelas crônicas... ainda mais quando elas tocam meu coração da maneira que a sua tocou...
    Parabéns... me fez refletir muitas coisas... Continue escrevendo por favor... ^.^

    Beijoka!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grazi! Eu também amo crônicas e me sinto realizada quando alguém se identifica com um texto meu! Muito obrigada por suas palavras 💖
      Um beijo!!!

      Excluir
  5. Oi!
    Nossa, que texto lindo e tocante. Me pareceram muito sinceras todas as palavras que compõe a crônica, elas exalaram sentimento e acabaram por me fazer refletir.
    Muito sucesso.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!! Gratidão imensa por ler seu comentário! Não há nada igual à sensação de saber que o que a gente escreve é real a ponto das pessoas perceberem isso. Bjoooo ❤

      Excluir
  6. Um texto muito bonito que nos leva a várias reflexões. Parabéns, gostei!
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  7. Olá! Se relacionar com uma pessoa em uma vibe diferente da nossa pode ser difícil e complicado. Raramente dá certo. Por mais que gostamos da pessoa, às vezes a melhor decisão é parti para outra. Pode ser dolorido no início, mas persisti em algo que não faz bem é pior. Boa a crônica! Essa música da Tiê é muito boa. Beijos'

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Lindo texto, parabéns! Falar de relacionamentos é sempre algo muito singular e até mesmo egocêntrico, e complicado mesmo, pois falamos sempre do nós sentimos e nunca sobre o que o outro sente. Como se o que sentimos fosse maior e mais importante.
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sophia, tudo bem e você? Verdade, mas usando o título do livro de um dos meus autores favoritos, Só a gente sabe o que sente! Bjoooo ❤

      Excluir
  9. Lindo o texto, mas confesso que os gifs me deixaram com vontade de assistir The OC, hahahaha.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. The O.C é vida Mari! Bora assistir!!!! Hauhauhau
      Bjoooo ❤

      Excluir
  10. Que texto mais maravilhoso! Me identifiquei demais, embora não consegui pensar em uma única pessoa.
    Pensei nos meus amigos de forma geral. Ás vezes, sou sempre eu que me doo, que escuto, que ajudo, mas quando preciso, tem pouca gente pra fazer o mesmo.
    Mas o que é mais interessante... É que eu aprendi que eu sou assim e que as pessoas são diferentes de mim.
    Por isso gostei muito dessa frase: "Só que essa é uma característica minha e já fui alertada antes de que esse traço de personalidade me torna mais humana, mas também me torna fraca."
    Que escrita belíssima! Quanto sentimento! Eu amei! Parabéns pela crônica tão bem escrita!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por suas palavras. Por mais difícil que seja, não vale a pena abrir mão de quem a gente é só para não enfrentar certos sentimentos! Seja sempre você ❤
      Bjoooo

      Excluir
  11. Oieerr
    Que linda crônica, e os gifs combinaram perfeitamente com a cronica.
    Parabéns
    Continue escrevendo sempre
    Adorei

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    A crônica ficou muito bonita, parabéns pelo o texto! Adorei os gifs que você colocou, combinaram demais com o desenrolar da trama.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!! Summer combina com textos dramáticos rs.
      Bjoooo ❤

      Excluir
  13. Olá Regiane, tudo bem?

    Parabéns pela crônica, ficou bem construída, objetiva e clara, adorei o texto e a sua criatividade ao inserir gifs, enriqueceu a publicação. Novamente eu digo, está de parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem e você?
      Obrigada!!! O mérito pelos gifs é da Rebeca, que sempre capta a essência dos meus textos e traduz em imagens.
      Bjoooo ❤

      Excluir
  14. Oi!
    Que lindo texto, você escreve muito bem e preciso dizer que me identifiquei bastante *-*
    Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Fe, apareça mais vezes 😘❤

      Excluir
  15. Olá, adorei o texto...parabéns Regiane. Sucesso! Beijokas

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem? Que lindo e tocante texto. Consegui me identificar diversas vezes com suas palavras. Tem um dom mulher!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, fico muito feliz em ler suas palavras, mais força para continuar! Bjoooo ❤

      Excluir
  17. Olá! Que bonito texto! Parabéns!
    Me identifiquei em algumas passagens!
    muito sucesso, bjo

    ResponderExcluir
  18. Olá, lindo texto muito expressivo, já não me identifico tanto, mas me fez lembrar um periodo da minha vida assim..

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que todo mundo já passou por uma fase assim né? Que bom que ela passa e a gente se transforma! Bjoooo ❤

      Excluir
  19. A crônica é bem o que eu tenho sentido ultimamente e nem é em um contexto romântico. Só na questão de amizade mesmo. Esse trecho foi forte.

    A reciprocidade entre nós só se dá quando é você que precisa de empatia, solidariedade, amor e conforto. Quando sou eu que preciso dessas coisas, você se torna igual a todos os outros: alguém que já tem compromissos inadiáveis com outras pessoas ou qualquer outra coisa que possa servir de desculpa para não pôr em prática o que já me prometeu tantas e tantas vezes... Que eu poderia contar com você em qualquer momento de nossas vidas.

    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana! Infelizmente a gente enfrenta situações assim em todos os nossos relacionamentos, românticos ou não. O jeito é tentar ser mais generoso consigo mesmo e aliviar alguns pesos desnecessários. Bjoooo ❤

      Excluir
  20. Oii!
    Texto lindo e profundo.
    Infelizmente nem todos sabem retribuir o que temos a oferecer, tanto no amor, amizade, relacionamentos em geral.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu! Verdade, mas a gente tenta né? O importante é cumprir nosso papel como agente no mundo. Bjoooo ❤

      Excluir
  21. Oi Regiane, sua linda, tudo bem?
    Isso acontece tanto nos relacionamentos. E não só nos amorosos não. Pode ser amigo, família, trabalho. Sempre vão existir aquelas pessoas que usam as outras, que querem se aproveitar. Só achei que no fim a pessoa da crônica iria enxergar que ela amava unilateralmente e seguiria em frente. Esperar não é a solução, pelo visto ela entende que não é amada, mas não consegue se libertar. Parabéns pelo texto.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor!!!! Estou bem e você? Muito obrigada por suas palavras. Realmente é verdade o que disse, mas às vezes esperar é só o que podemos fazer. O bom é que a espera não é vã, traz sempre resultados ainda que não os que desejamos. Bjoooo ❤

      Excluir

Visitas