quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Dicas para viver um Ano realmente Novo

"Precisamos mudar, evoluir, viver com mais qualidade e prosperidade. Precisamos aproveitar o tempo, pois ele é a base de tudo em nossa vida. (...) Viver com mais resultado e equilíbrio - este é o desafio!

Não digo que seja fácil nem que todas as respostas sejam conhecidas; (...) é uma questão de ensinar seu cérebro a ter novas atitudes e respostas para seu comportamento-padrão. (...) Como diria o mestre Yoda, do filme Star Wars: 'Você não acredita, por isso não consegue'.

As pessoas não fazem aquilo que deveriam fazer simplesmente porque não dão o primeiro passo. Elas pensam na jornada e anteveem todas as dificuldades, o esforço, o tempo necessário para fazer a coisa acontecer. Tudo isso dá preguiça, e elas acabam por desistir. O primeiro passo é entender que essa batalha interna vai acontecer, é natural, mas que somos capazes. (...)

O primeiro passo é uma nova atitude, uma vontade de ter um amanhã diferente e a certeza de que a vida não escolhe ao acaso quem vai dar certo, mas promove aqueles que se predispõem a ser escolhidos.

Vamos começar essa jornada?"


Uma coisa que tenho aprendido com os autores das áreas de organização do tempo e planejamento pessoal e financeiro é: estabeleça prazos e metas reais, possíveis de serem cumpridos. Porque é preciso começar, ainda que aos poucos. Mas comece. E não faça pouco caso desta pouca coisa.  

Nesta nossa última conversa de 2015, ao invés de um texto poético e literário rs, escolhi compartilhar com vocês algumas citações, dicas bibliográficas e também algumas dicas para começarmos o ano não só com o pé direito, mas com uma atitude renovada e uma maior clareza em relação aos nossos sonhos e objetivos.




Antes de tudo: quando visitar um site ou uma livraria, dedique um pouco de seu tempo aos títulos da seção de Administração. E passe também a 'frequentar' a Editora Sextante. É sério! :D Sei que em geral ficamos envergonhados ou descrentes quando folheamos livros do tipo "Como administrar sua vida financeira", mas... nem só de Romance e Star Wars vivemos, caro leitor! Portanto, dê uma chance a alguns temas que estejam fora de sua rotina de leitura, pois certamente o contato com esta literatura mais 'cotidiana e objetiva' será de grande ajuda em suas metas pessoais e profissionais. Afinal, como diz o povo fitness, é preciso Foco, Força e Fé pra conquistar os nossos objetivos, e é ok acreditar e ler sobre isso ;) Seguem as dicas:


Administração do Tempo e Planejamento Financeiro
Gustavo Cerbasi e Christian Barbosa. Mais Tempo, Mais Dinheiro. RJ: Sextante, 2014
Flávio Augusto da Silva. Geração de Valor 1 e 2. RJ: Sextante, 2014 e 2015.

Planejamento Pessoal e Autoconhecimento
Charles Duhigg, O poder do Hábito. SP: Objetiva, 2012
Daniel Kahneman, Rápido e Devagar - duas formas de pensar. SP: Objetiva, 2012
William Douglas e Rubens Teixeira. As 25 Leis Bíblicas do Sucesso. RJ: Sextante, 2012
Mark Williams. Mindfullness - Atenção Plena. RJ: Sextante, 2015
James C. Hunter. O Monge e o Executivo. RJ: Sextante, 1989





Quem é você, então? Como você pensa? Quais são as suas crenças? 
Quais são os seus hábitos e as suas características? Qual é a sua opinião sobre si próprio? 
Quanta confiança você tem em si mesmo? Como é o seu relacionamento com as pessoas? 
Até que ponto você confia nelas? Você realmente acredita que merece ser rico? 
Qual é a sua capacidade de agir apesar do medo, da preocupação, do incômodo, do desconforto? Você consegue ir em frente mesmo quando não está disposto a fazer isso?

(T. Harv Eker)


Dia desses assisti o seminário online The Ultimate Life Makeover, onde o autor T. Harv Eker apresentava algumas propostas para transformamos o nosso novo ano. E o vídeo começava com a seguinte pergunta: O que você realmente quer em 2016? Uma vida melhor? Tempo livre? Um novo emprego? Não precisar trabalhar? Liberdade? Sossego? E como a lista de nossas vontades gerais é infinita, sejamos específicos: O que você realmente quer para o dia de hoje?

Difícil, hein?

Uma primeira dica: é preciso clareza. Após listar os seus votos para 2016, tente responder: o que eu desejo é possível de ser realizado? É algo que com esforço, planejamento, tempo (e, dependendo do caso, dinheiro) eu conseguirei realizar? Se a resposta for talvez ou positiva, podemos ir para a segunda pergunta: Por que eu desejo isso? Neste momento, o autor comenta que quanto maior for o detalhamento de nossas vontades, mais próximos estaremos de encontrar a melhor estratégia para realizá-las. Afinal, um simples sonho pode tanto esgotar como renovar nossa motivação e energia.

Prontos para mais uma reflexão? Eis a terceira pergunta do autor: Por que o que eu quero é tão importante assim? E ainda: Se é tão importante, por que ainda não consegui obter o que desejo?

Nossa, que nó na cabeça, hein? :D

Bom, seguem algumas dicas do autor para 'clarear' este projeto:

- Seja sincero em relação ao seu comportamento, caráter, hábitos e costumes. Sem esta reflexão rotineira, dificilmente saberemos o porque das coisas estarem dando errado ou certo.

- Tente resolver as questões que estão à sua frente, e não as que poderiam acontecer. Por exemplo: "se eu iniciar um curso noturno em setembro, será que terei tempo para continuar trabalhando, dando atenção para meu namorado, meus gatos, meus amigos e meus livros?" Olha, enquanto gastamos um tempo enorme pensando no e se, acabamos não estudando para a prova do dia seguinte e muito menos preparando os documentos necessários para aquela importante viagem que acontecerá daqui a 1 mês. Veja bem: é importante sim este planejamento a médio e longo prazo; no entanto, não podemos deixar que o e se ocasione uma pane em nosso sistema cotidiano.

Prontos para continuar?



Bom, como as anotações que fiz desta videoaula renderam um número grande de páginas rs, este post iria ficar bem longo caso eu continuasse esta reflexão e conversa de Ano Novo. Então, ficamos combinados assim: se vocês curtirem este tipo de postagem 'lifestyle', logo logo faço uma parte 2 do post, o que acham? :)

Por enquanto, deixo com vocês uma importante frase de T. Harv. Eker:




 (não precisa ficar perfeito, apenas comece!)


 

(acima, livro Equilíbrio e Resultado, de Christian Barbosa)


Antes de terminamos, mais algumas dicas:

Faça uma lista de objetivos diários e semanais. Anote tudo: ir ao supermercado; ligar para minha mãe; comprar analgésico; cozinhar feijão. Utilize planners e to-do lists, como as que compartilhamos aqui e aqui.

Não esqueça do planejamento mensal: Quem faz aniversário neste mês? Tenho alguma consulta médica marcada? Preciso juntar dinheiro para viajar ou comprar alguma coisa importante?

Guarde algum tempo pra você. Sim, é uma dica clichê. E talvez por isso a mais ignorada. E a que mais 'atrasa' a nossa vida... ;) Então, guarde um tempo para você. Que o tempo da sua escola, o do escritório, o de seus pais e o de seu marido certamente estão mais que reservados - pra não dizer inevitavelmente marcados - em sua agenda. Portanto, cada segundinho com você mesmo será de grande inspiração e renovo! 'Bora começar? :)


Então é isso! Agradeço a companhia de todos os amigos blogueiros e seguidores do Instagram e também os colaboradores e parceiros que ao longo de 2015 fizeram o projeto Papel Papel encontrar a sua voz! :)

Que 2016 seja um ano lindo! 

Grande abraço,
Rebeca
6 comentários on "Dicas para viver um Ano realmente Novo"
  1. 2016, o ano em que tomaremos as rédeas de nossas e faremos as coisas acontecerem ao invés de deixar ao acaso!!!! Parabéns pelo belo trabalho e conteúdo diversificado, sou fã.
    Feliz Ano Novo!!!! Beijo, beijo.

    ResponderExcluir
  2. A pressa é inimiga da perfeição e nesse caso derrubou meu comentário hahahahah "as rédeas de nossas VIDAS"

    ResponderExcluir
  3. Ai, eu preciso ser mais organizada em relação ao meu tempo e meu dinheiro. Sinto que gasto muito tempo com coisas desnecessárias e dinheiro com coisas bobas rsrsrs A meta é organizar tudo isso em 2016.

    www.blogdahida.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Rebeca!

    Primeiro de tudo: interessante demais o seu post. Adoro posts com vários blocos de informação!

    Logo no comecinho você coloca a citação falando de ensinar seu cérebro a ter novas atitudes... Não tem como não relacionar isso com os livros do William Douglas, juiz federal aí do Rio e da foto do seu livro das 25 leis bíblicas do sucesso. Já fui em algumas aulas e palestras dele aqui em SP. Ele tem um monte de livros motivacionais, sobretudo para concurseiros.

    E é justamente o que o William Douglas ensina. Que os cérebros são como máquinas e máquinas são programadas... Então, você determina o comando, não ele! E então, mudando o modo de encarar e enxergar tais coisas, você também muda! É uma construção tão interessante que eu passei a acreditar firmemente nisso também! Dá um ar de superioridade, né? De você ter o controle total de sua vida!

    Mas para mudar algo no ano novo o cidadão precisa querer... É a vontade que liga a ignição, a faísca que irá servir de motivação para uma verdadeira e real mudança.
    E querer mudar hábitos muitas vezes implica em trabalho árduo ou sofrimento. Por isso que as resoluções de ano novo não progridem, porque é muito cômodo continuar do modo como a vida está.

    Por último, discordo de uma coisa no seu post: dá pra viver só de romance e de Star Wars, sim! haahahahah!! Eu leria Nick Sparks e Star Wars o ano inteiro!!

    Feliz 2016 para você e que seja o melhor ano da sua vida!

    Marcos
    Cantinho de Leitura da Mari

    ResponderExcluir
  5. Ok, você acabou de me convencer de que comprar um livro com o nome "organize seu tempo" não é uma má ideia hahahha Se nada der certo seja marketeira tá?!
    hahah
    Brincadeiras á parte, que post legal! Tudo que você citou é tão importante e útil pra definirmos as coisas que queremos realmente fazer. Ás vezes é difícil se organizar, mas como você mesma disse "é preciso começar, ainda que aos poucos". Então vamos lá haha

    Obrigada por fazer parte do nosso 2015 aqui do blog, e que 2016 seja um ano lindão com muita organização e foco haha

    Um beijo enorme!
    Paloma
    surewehaveablog.com.br

    ResponderExcluir
  6. Adorei o que você falou sobre os livros de administração! A gente vai criando nossa zona de conforto ou busca pelos livros clássico e cults, mas esses outros podem ser ótimas ferramentas também!

    ResponderExcluir

Custom Post Signature