Entrevista com Mavi Tartaglia, autora da Saga Destinados

domingo, 17 de abril de 2016



“Aquilo não devia estar acontecendo. Eles eram destinados a ficar juntos, um precisava do outro mais do que poderiam imaginar. E de repente parecia que o universo não os queria mais unidos.

Mas como isso era possível? Existir um sem o outro era a mesma coisa que não existir. Eram dois corpos sem coração.

Katharina olhou pela última vez o castelo atrás de si, as flores abertas e as luzes brilhantes. Logan, pela janela, os olhos cheios de lágrimas, a olhava entrar no carro.

Ele a perdera. Para sempre.”

(Do Prólogo)



Recebemos da Textonovo Editora o trabalho de Mavi Tartaglia, que inicia neste segmento da literatura fantástica com a publicação de Destinados, o primeiro volume de uma série young adult que se passa em uma high school e apresenta como protagonistas Logan e Katharina, dois jovens cujo encontro e paixão fazem parte de um enigma, de uma história maior, que será desenvolvida ao longo desta Saga, que envolve o leitor em um universo de mistérios, intrigas, e certamente uma boa dose de romance.

Para quem acompanha o trabalho de autores como Stephenie Meyer, Destinados é uma boa recomendação nacional. O trabalho de Mavi tem uma escrita bastante coloquial, quase toda em diálogos, o que torna o texto bem jovem e de algum modo cinematográfico, ainda mais por ser retratado em uma high school, onde a velocidade dos acontecimentos e das relações dá o tom ao seu cotidiano. O livro ainda conta com a ambiência de uma playlist, representada por artistas como Colbie Caillat, Kelly Clarkson, Within Temptation, Bruno Mars e Adele.

Para falar um pouco mais deste trabalho, a autora Mavi Tartaglia gentilmente concedeu uma entrevista para o nosso blog, apresentando não apenas a Saga Destinados mas também sua trajetória como autora.


Sinopse: A vida de Katharina mudou completamente após um acidente que a deixou em coma e matou sua mãe. E ao acordar depois de meses sua vida (e ela) nunca mais seria a mesma. De volta à escola ela conhece Logan, um garoto bonito, misterioso e que mantém mais segredos do que ela imagina. Uma vez introduzida nesse mundo de mistérios e segredos jamais poderá deixá-lo. Ao remexer no passado, Katharina descobre que tudo que conheceu foi uma mentira e que seu destino estava traçado muito antes de nascer.


Mavi, como você iniciou sua carreira literária? Esta vontade de escrever surge em que momento de sua vida?
Sempre fui de escrever, desde nove anos de idade, mas eram pequenas histórias e nada muito sério. Foi aos 12 anos que acabei descobrindo minha vontade de escrever e que não poderia ficar sem isso. Começou com uma fanfiction de Crepúsculo e que aos poucos percebi que minha escrita melhorava e não paravam de pipocar ideias. Depois dessa primeira, nunca mais parei.

Destinados é uma saga, e portanto ainda em processo de produção e escrita. Pra quem ainda não conhece o primeiro volume da história, você poderia contar um pouco sobre a escolha dos personagens e sobre este universo de amores e inimizades em vivem? Uma outra curiosidade: desde o início você já pensou em aproximar essa trama cotidiana, que se passa em uma high school, ao universo da literatura fantástica?
Bom, Destinados na verdade surgiu como uma fanfiction de Crepúsculo. Nessa história, eu queria quebrar um pouco as imagens de bonzinhos que carcavam Edward e Bella. Queria dar um toque de obscuro em suas personalidades. Lá pelo terceiro capítulo que percebi que os personagens em minha mente não eram mais os de Stephenie Meyer quando escrevia. De repente eu imaginava uma Bella loira de olhos claros e um Edward com ar de escuridão o cercando. Foi nesse ponto que transformei a história em um original, com os personagens já ganhando vida sem eu perceber. Katharina se tornou especial pela força que vejo nela ao enfrentar perdas e ao mesmo tempo ainda ser muito jovem. Ela ser mergulhada nesse mundo sobrenatural tornou muito fácil criar quem a cercava e parecia certo essa trama de high school. É uma fase da vida dos jovens muito intensa, onde laços podem ser criados pelo resto da vida e você precisa fazer muitas escolhas. 

Mavi, qual o seu autor preferido? E o seu livro de cabeceira?
Não tenho um autor preferido. Sou muito do momento. Pego uma história e mergulho nela sem perceber. Algumas me cativam muito rápido e outras não, assim como já aconteceu de eu reler um livro e acabar não gostando na segunda vez que li. Mas posso dizer que meu livro preferido é A Menina que Roubava Livros. Me marcou muito a leitura dessa história. No momento, meus livros de cabeceira são História do Cinema Mundial (faço faculdade de cinema) e O mar infinito, continuação de A Quinta Onda.

Além da saga Destinados, você também desenvolve outros projetos literários, em outros gêneros e segmentos, como  poesia, crônicas ou outras temáticas que não o universo fantástico?
Meu foco é mais no romance, mas já escrevi poesias e músicas. As histórias que escrevo agora são ou do mundo fantástico ou voltadas para o drama, que são meus gêneros preferidos.

E quais os planos literários para 2016, Mavi? Seus leitores podem já ficar ansiosos com a continuação da história de Logan e Katharina?
Em 2016 espero finalizar minha outra Saga, agora que estou tendo mais tempo livre e se tudo der certo, lançar a continuação de Destinados. Logan e Katharina já têm a segunda parte da história finalizada e com uma temática mais pesada e adulta. 


Acompanhe o trabalho de Mavi Tartaglia:  Facebook  |  Blog

Sobre a Editora: A Textonovo Editora nasceu em abril de 1988 como Textonovo Serviços Editoriais Ltda. Como uma prestadora de serviços, atendeu a dezenas de clientes, produzindo trabalhos editoriais que iam da pesquisa à elaboração dos textos. Em 1992, mudou sua razão social para Textonovo Editora e Serviços Editoriais Ltda. e passou a atuar conforme o novo objetivo. Iniciou a produção editorial e fez uma série de parcerias para a publicação de livros em co-edição. Conquistou um prêmio Jabuti na categoria Melhor Obra de Ciência e Tecnologia e recebeu uma menção honrosa por Inovação em Livro de Texto.

Atualmente, a produção da editora passa dos 100 títulos, sendo que mais de noventa estão em comercialização. Seus focos são educação (adulto e infanto-juvenil), com destaque para os livros destinados ao ensino técnico, médio e profissionalizante; interesse geral, inglês e jurídico-financeiros, além de publicações de características diferenciadas.  
Post Comment
Postar um comentário

Auto Post Signature