segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Lagoa Rodrigo de Freitas: uma discussão centenária, de Victor Coelho | Editora Cidade Viva



A Lagoa Rodrigo de Freitas é um patrimônio natural, social e cultural do Rio de Janeiro. Dos engenhos de açúcar aos arranha-céus de hoje, toda uma população e história foi construída às margens deste cenário. E como uma inevitável consequência de alguns séculos de arrendamento, assim como de seus contemporâneos processos de urbanização, a Lagoa permanece alvo de grandes debates no campo acadêmico e político, especialmente no que diz respeito a sua conservação e preservação.

Mesmo neste Rio de contrastes ambientais e urbanos, a Lagoa Rodrigo de Freitas continua sendo um dos cenários mais impactantes e belos de nossa cidade, tanto para o lazer, o turismo e para a prática de atividades esportivas, como por exemplo a realização das provas masculinas e femininas de Remo e Canoagem nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Pensando neste rico debate, o Instituto Cultural Cidade Viva, entidade carioca sem fins lucrativos, realiza nesta terça-feira 8 de novembro o lançamento do livro "Lagoa Rodrigo de Freitas: uma discussão centenária", do autor Victor Coelho. No Facebook do Instituto você pode conhecer mais deste projeto e acompanhar as novidades da Editora :)



Lagoa Rodrigo de Freitas: uma discussão centenária
Victor Coelho

Quando o assunto é a Lagoa Rodrigo de Freitas a falta de consenso é geral. Há sempre uma controvérsia sobre a solução mais viável para a melhoria da qualidade de suas águas e preservação desse patrimônio da cidade do Rio de Janeiro. O livro ‘Lagoa Rodrigo de Freitas: uma discussão centenária’, do engenheiro Victor Monteiro Barbosa Coelho, faz um registro fundamental dos estudos técnicos, projetos e obras que a Lagoa sofreu ao longo dos anos e lança luz sobre o notório valor histórico e humanístico desse cartão postal do Rio e do Brasil.

Com 240 páginas e mais de 70 figuras, a obra está organizada em quatro partes: História e particularidades da Lagoa; Projetos e Estudos; Qualidade da Água e Monitoramento; e Iniciativas de Solução - Uma Discussão Centenária. Em 15 capítulos, o autor aborda aspectos como as características físicas da Lagoa, sua história, monitoramento da qualidade da água, aterros e dragagens, pesquisas relevantes, a questão da mortandade de peixes e propostas de renovação das águas. 


Se você é carioca ou está visitando o Rio de Janeiro, pode conhecer de perto o trabalho da Cidade Viva no dia 8 de novembro, às 19h, no Bar Lagoa, onde será lançada a obra de Victor Coelho.


 


O Instituto Cultural Cidade Viva – ICCV é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 12 de novembro de 1997, com atuação em todos os segmentos artísticos e nas áreas que fazem interface com a cultura, como turismo, gastronomia, terceiro setor, artesanato, educação, urbanismo, ciência, tecnologia, esporte, lazer e meio ambiente.

O ICCV tem abrangência nacional, com uma forte atuação nas capitais brasileiras e um vasto conhecimento da área cultural no interior dos estados, tendo trabalhado em mais de 120 municípios. Em 2010, abriu um novo horizonte de trabalho na Espanha.

O Instituto foi implantado pela empresa Engenharia Cultural – EC, criada em 1991, que o manteve em seus primeiros quatro anos de atividade. Hoje, o Instituto atua como uma rede de cooperação, denominada Rede ICCV Brasil, tendo como principais parceiros a Engenharia Cultural, a Editora Cidade Viva, criada em 2009 e diversas empresas, entidades, profissionais e agentes socioculturais, sediados na cidade do Rio de Janeiro e em diversos estados brasileiros.

Os associados da Rede ICCV BRASIL são selecionados por meio de critérios de excelência profissional e tornam-se parceiros na gestão de projetos, recebendo o suporte necessário para o desenvolvimento de seus trabalhos em todo o processo do ciclo da produção cultural, da criação de ideias à sua viabilização no mercado. Este formato inovador tornou a instituição autossustentável.

A Rede ICCV Brasil tem uma atuação cada vez mais diversificada no universo da Economia Criativa, tendo realizado trabalhos nas áreas de: pesquisa, planejamento, planos de negócio, gestão, produção e administração de projetos e de espaços culturais. Presta serviços nas áreas de História, Patrimônio e Arqueologia. Elabora e realiza eventos de teatro, música, literatura, artes plásticas e cinema. Atua nos setores que fazem interface com a cultura: social, ambiental, artesanato, gastronomia, turismo, educação, esporte, ciência e tecnologia. Edita livros e publicações. Capacita os agentes do mercado e fornece serviços de design gráfico, assessoria de comunicação, tecnologia da informação e outros.




2 comentários on "Lagoa Rodrigo de Freitas: uma discussão centenária, de Victor Coelho | Editora Cidade Viva "
  1. Oi, Reb!
    Apareci (estou de férias, amém!)

    Eu acho essa Lagoa tão linda! Um dos lugares que tenho muita vontade de visitar assim que for ao Rio (Deus queira que seja ainda nessa vida).
    Esse livro parece estar lindo demais *----*

    Um bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dih! Quando você vier ao Rio, com certeza te levo prum passeio na Lagoa! :) Tenho ido caminhar bastante por lá, já que a natureza é uma grande motivação pras (poucas) atividades fitness na vida da pessoa (sedentária) aqui rs <3
      Bjus

      Excluir

Custom Post Signature