domingo, 29 de janeiro de 2017

[Conversando com Rafa #4] Diário de uma Fã, de Denise Barbosa | Por Rafa Vieira



Todos nós temos um sonho. Às vezes, aquele sonho que não é revelado para ninguém, como por exemplo o de viver uma história de amor com seu ídolo ou personagem, seja ele de livro, música ou de tv. Tanto que olhamos para cada página, cada letra de música, cada aparição em um episódio com uma louca vontade de estar junto dele e poder viver em seu mundo. Mas... e se isso realmente acontecesse? Se pudéssemos conquistar o amor de nosso ídolo?

Acabei de ler o livro Diário de uma fã, da autora Denise Barbosa. A personagem principal é a Bárbara, uma apresentadora de telejornal em uma emissora famosa. Sua vida é bem rotineira, e ela tem um fusca chamado Bob que a acompanha desde sua juventude. Ela até tenta namorar com Fred, mas seu ciume e possessão a faz questionar o porquê de se apegar a ele. O motivo? Bom, talvez o motivo de se apegar a um relacionamento destrutivo e nunca querer ter outro pode ser definido em: um cantor de cabelos ruivos e encantadoramente talentoso. Ou, em outras palavras, Luca Becker, um amor de sua juventude que a fez sentir sentimentos controversos, como raiva, amor incondicional e fúria. Afinal, não é fácil namorar um popstar, e Bárbara sentiu na pele o que a fama pode fazer com um relacionamento, e não é fácil se esquecer de tudo isso.

Sempre gosto de colocar coisas pessoais em minhas resenhas, me sinto mais próxima das pessoas e de suas histórias, então, sim, eu já sonhei acordada com personagens, cantores e atores. Gosto de pensar que um dia vou conhecê-los e quem sabe tirar uma casquinha (kkkk), mas sei que não é fácil namorar alguém que tem uma exposição enorme, que é sempre vigiado e que nunca poderá ir na esquina com você sem um fotografo saindo de trás de uma moita e te assustando.

Não namoro um cara famoso, mas sei como é ter alguém que tem um "brilho" a mais que eu; estudei no mesmo lugar que meu namorado e sempre as pessoas diziam que eu estava sempre à sombra dele; comparações entre nós sempre existiram. Ele era bom em tudo e eu um desastre enorme nos estudos e isso me incomodava bastante, mas estamos juntos e conseguimos superar isso.

Como sempre, retiro uma lição de cada livro que leio e esse não foi diferente. Se você gosta de uma pessoa, você tem que fazer sacrifícios, nem tudo é perfeito, sempre vai ter uma coisa ou outra pra atrapalhar. Não vou dizer especificamente sobre namorar um popstar, mas você pode namorar um engenheiro brilhante, um mecânico brilhante, um aluno brilhante, seja qual for a profissão e sua exposição ou não, mas sempre haverão pessoas dizendo como as coisas devem ser. Muitas vezes não temos escolha, devemos segui-las em seus caminhos, mesmo que isso machuque alguém. Mas cabe a esse alguém conversar e procurar entender também o que se passa em você, até porque, muitas vezes, você pode não quer viver do jeito que está vivendo, então, alguns sacrifícios devem ser feitos para que a sua vida e a vida dessa pessoa se tornem melhores, para assim poderem viver em paz e juntos.

Não deixe de entender o outro, por que se ficar de birra, de egoísmo, de "tem que ser do meu jeito e ponto" ,pode-se perder o grande amor da sua vida, e muitas vezes a vida não nos dá uma segunda chance. A pessoa se magoa, você se magoa e ficam os dois remoendo aquele velho arrependimento do "eu podia ter feito tal coisa pra melhorar a situação". Pois é, mas não fez e a vida cobra um preço alto por isso...

Devemos seguir o coração às vezes, e parar de pensar somente com o cérebro, por que assim ficamos menos frios e egoístas e não teremos mágoas ou arrependimentos. E mais, não vamos precisar nos apegar em relacionamentos destrutivos, bebidas ou qualquer outro tipo de fuga para sermos felizes, nos sentiremos completos.

A autora Denise está de parabéns, adorei o livro e ele me fez pensar muito sobre como é necessário nos sacrificarmos um pouco por quem nós amamos e procurar entendê-lo. Espero que quem o leia tenha essa mesma visão. 

Essa foi a opinião de hoje, simples, mas sincera.

Abraços.
Rafa Vieira



Babi é uma menina comum, universitária, que se apaixona por Luca, um popstar da música.

Ela, que na adolescência nutria paixões platônicas por seus ídolos, não imaginava que um dia poderia se envolver com um superstar. Entretanto, quando se vê na posição de namorada de Luca Becker, não consegue se adaptar ao mundo da fama, holofotes e fãs ensandecidas.

Valeria a pena tentar? Ou seria melhor não se arriscar e permanecer no caminho de uma vida normal e pacata?

O problema é quando o coração fala mais alto.
2 comentários on "[Conversando com Rafa #4] Diário de uma Fã, de Denise Barbosa | Por Rafa Vieira"
  1. Rafa, que primor! Além de elaborar uma resenha você colocou pontos importantes sobre relacionamento.Te achei muito autêntica! Parabéns! Amei!

    ResponderExcluir
  2. Rafa, que primor! Além de elaborar uma resenha você colocou pontos importantes sobre relacionamento.Te achei muito autêntica! Parabéns! Amei!

    ResponderExcluir

Custom Post Signature