Um passeio pela Primavera Literária 2016

by - 10:16:00



Carioca que nem sempre sou, tenho preferência por céus nublados e jardins. Talvez por uma necessidade poética mesmo, e pela quase impossibilidade destes dois cenários (tão comuns a europeus e quaisquer cidades que não o Rio) coexistirem por aqui. Pois bem, sábado à tarde, fui conferir a Primavera Literária, e novamente passear pelos Jardins do Museu da República, no bairro do Catete.


Não consigo mensurar o público presente neste fim de tarde, mas haviam leitores de todas as idades, e também famílias em busca de publicações infantis. Aliás, uma das surpresas da feira foram os títulos não-acadêmicos da Editora 34, especialmente esta belíssima edição de Alice, disponível também em um box contendo o "Alice através do espelho".


Outra editora que surpreendeu com edições impecáveis foi a Gaivota / Biruta. Destaque para os livros Ela tem olhos de céu e Primavera. Vale conhecer!


No meio do passeio, encontrei as queridas Hanny Saraiva e Paula Cajaty, da Editora Jaguatirica. Um dos lançamentos que recomendamos (e que espero em breve compartilhar uma resenha aqui no blog) é o Miopia, que eu já gostei só pela sinopse: "Às vésperas do Carnaval, uma publicitária e um designer casados há quase dois anos se afastam sem comum acordo. Um passa o feriado no apartamento em Copacabana. O outro se refugia numa casa de serra com colegas do trabalho. A narrativa desses dias é intercalada com flashbacks que retomam o namoro à distância entre Rio e São Paulo, o início da vida conjugal e os antecedentes da separação. O texto não esclarece qual cônjuge vive cada enredo, imprecisão reforçada pelos nomes comuns de dois gêneros, Darcy e Dercy, o que deixa a (in)decisão a cargo do leitor."


Outro stand muito bacana foi o da Relicário Edições, que tem em seu catálogo títulos um tanto mais acadêmicos, especialmente no segmento da estética e da crítica literária. No entanto, um livro chamado As desordens da biblioteca tem tudo pra ser incrível, e eu não poderia sair da feira sem conhecê-lo :)


A Babilônia Editorial também está com lançamentos muito interessantes, como O alfaiate polonês, Bikenomics e O Rio antes do Rio. Design + projeto editorial impecáveis também!


Sobre títulos inesperados, confesso que o stand da Nova Alexandria me deixou curiosíssima! Dentre os títulos disponíveis, traduções de Dostoiévski, Flaubert, William Blake... Taí uma editora pra gente pesquisar e conhecer um pouco mais!


Enfim, a Primavera Literária é um evento muito bem organizado, especialmente por proporcionar ao leitor este contato com inúmeras publicações e editoras de diferentes perfis. Foi uma experiência muito bacana mesmo! Uma pena esta blogueira que vos escreve estar com a fatura do cartão vencida, senão, as comprinhas teriam sido muitas mesmo! Risos.


Pra terminar, no meio do jardim, entre leitores e livros, haviam não apenas folhas e pedras: alguns convidados de patas e penas pareciam também curtir esta festividade literária :)


You May Also Like

2 comentários

  1. E eu, paulista que sou, não consigo ir aos eventos da capital, pela distância e principalmente pela dificuldade ao acesso, mas também pela indisponibilidade de tempo... Por exemplo, na próxima semana começa a Festa Literária da USP, mas é de segunda à sexta... Quem além dos alunos de lá consegue ir? Enfim, adorei as indicações, principalmente por serem de editoras com perfil diferente.
    Beijo, beijo!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Papel Papel
      20 de novembro de 2016 15:16

      Quem além dos alunos, verdade! O__o Bom, aqui no Rio, felizmente, vejo os eventos culturais acontecendo mais no fim de semana mesmo... Parece que voltou a ser moda sair aos sábados e domingos, especialmente durante o dia. Ainda bem! Tomara que os produtores de eventos continuem a considerar este horário diurno como uma "necessidade cultural" da cidade! A idosa aqui agradece :D <3

      Excluir

Visitas