navegar pelo menu
julho 19, 2018

 
Olá, Leitores! A Dica de Leitura de hoje é a de um box encantador publicado pela Global Editora <3 Crônicas de viagem é um conjunto de três livros (ou seja, mais de 700 páginas!) que reúne crônicas de Cecília Meireles publicadas na imprensa entre os anos 1940 e 1960. Neste diário de bordo, Cecília compartilha em prosa e crônicas suas impressões de viagens por diversas regiões do Brasil e países como México, Índia, Estados Unidos, Portugal. 

Uma obra cativante, repleta de afetos pessoais em meio a destinos coletivos. Imperdível!


"Esta cidade é cor-de-rosa porque os grandes edifícios, construídos de grés avermelhado, adquirem ao sol uma irradiação de aurora ou luminoso ocaso – e essa tonalidade, e o azul do céu, e os jardins verdes formam o cenário deslumbrante por onde passam, como em sonho, homens de turbantes multicores, mulheres de vaporosos sáris, crianças vestidas como ídolos, e essas carruagens que são a minha paixão, com uns cavalinhos quase alados, e que até parece que sorriem, todos enfeitados com penachos, colares, xailes e flores! (Ah! meus amigos, se tiverdes de reencarnar, e de vir – Deus vos proteja, mas quem sabe o que nos espera!… – de vir sob a forma de bicho, fazei o possível para serdes cavalinhos de Delhi! Tereis estes colares azuis, de contas grandes como ovos; tereis plumas encarnadas, cor-de-rosa e alaranjadas, no topete; arreios dourados, e flores nas orelhas… Tereis uma carruagem toda reluzente de negro, vermelho e ouro. E um cocheiro de turbante, que move o chicote por amor ao gesto, mas que não bate nunca… E tudo é como um bailado entre o céu e a terra, com belas moças recostadas, tintinantes de joias, que vão como nós para os lugares antigos, onde só se fala de Xá Jehan e de Aurang Zeb e do trono do pavão, que Nadir Xá roubou e levou para a Pérsia…)" (trecho de “O deslumbrante cenário”, volume II, pág. 57)

Sinopse: Ao longo de sua vida, Cecília Meireles percorreu inúmeros países, deslumbrando-se com lugares, pessoas e coisas e revelando sua cultura, inteligência e sensibilidade. Organizados por Leodegário A. de Azevedo Filho, crítico literário e ensaísta já falecido e um dos maiores conhecedores da obra em prosa de Cecília, os 3 volumes que integram esta caixa trazem crônicas da autora publicadas em diversos jornais nas quais ela tece suas impressões e reflexões por ocasião de suas passagens por países como Argentina, Uruguai, França, Itália, Portugal, Holanda, Índia e Israel, além de algumas regiões do Brasil.


julho 13, 2018


Construir castelos. Sonhar. Imaginar. Erguer castelos nem que sejam de areia.

E o post de hoje é dedicado ao lançamento de "Castelos de Areia - crônicas de uma jovem apaixonada”, o primeiro livro de crônicas da nossa amiga-autora pernambucana Rachel Motta <3 “Castelos de Areia" reúne aproximadamente 40 crônicas divididas em quatro capítulos. São textos sobre saudade, amor, paixão e despedida, escritas de uma forma singela que nos fazem lembrar uma dor que um dia já vivemos ou um amor tão intenso que não cabia dentro de nós.



Confira o release:

A escritora narra em seu livro histórias como o primeiro amor no início da adolescência. Iniciando com conto intitulado “Amor entre amigos” destaca um romance adolescente entre melhores amigos, que vivem um momento de muitas descobertas, saindo da infância e partindo para uma nova fase, com hormônios provocando mudanças e despertando desejos.   O material traz ainda contos e crônicas sobre amores à distância e traição.

As histórias também são narradas em forma de cartas e contos curtos. São momentos de uma garota jovem apaixonada e sonhadora que vive seus amores e dramas, contadas para que o leitor possa reviver sua primeira paixão, provocando lembranças deixando os sentimentos à flor da pele e peito apertado.


São crônicas curtas, mas suficientes para nos deixar sonhando com a continuação dessas histórias. A obra, que foi produzida de forma independente, foi construída num emaranhado de emoções. Histórias com uma narrativa contagiante, para ir do riso aos suspiros e depois às lágrimas, numa montanha russa de sentimentos. Tudo isso reunido numa sequência de crônicas irresistíveis, de escrita leve e envolvente, que nos introduz rapidamente a atmosfera do livro. Estejam preparados para sentir aquela sensação gostosa de coração quentinho que te faz emocionar a cada página.

"Sei que o tempo de deixar as emoções trancadas numa folha de papel qualquer já passou. Minha ideia é espalhar o amor", conta a Rachel Motta, que além de escritora é jornalista, autora do blog Histórias e Emoções, colunista nos blogs Vigor Frágil e Me Apaixonei. Vencedora (1º lugar) do concurso de Contos da Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto), em 2007. A escritora também faz parte do time de sete mulheres escritoras que compõe a primeira edição da coletânea Entrelinhas. Lançado este ano pela Uny Editora através da junção de pensamentos, contos, crônicas produzidas por autoras de várias partes do Brasil.


Serviço:
 
Castelos de Areia – crônicas de uma jovem apaixonada
Rachel Motta
78 páginas
Preço: R$ 29,90 (à venda nas redes sociais do blog Histórias e Emoções) e o e-book R$ 4,90 na Amazon  
Gênero: Crônicas
Ano de publicação: 2018
Editora: publicação independente
Diagramação e concepção de capa: Carol Cappia
Apresentação: Grazielle Vieira (Blog Vigor Frágil) e R. M. Cordeiro
Preparação do original: Rachel Motta
Revisão textual: Rachel Motta


julho 11, 2018




Oi galera linda, tudo bom? Eu sou a Ramira, do ig @leiologoviajo, e hoje eu quero trazer para vocês a resenha desse livrão Procura-se um marido da Carina Rissi!

Alicia é neta de Narciso, um homem muito rico, íntegro e ótimo avó! Narciso cuida de Alicia como um verdadeiro pai (eu amei essa relação, simples, linda, cheia de cuidado, carinho e amor!). Alicia é uma jovem que curte muito a vida! Muitas viagens, baladas e vive aprontando!

Vô Narciso se vai (</3) e deixa um testamento bastante estranho e diferente: para que Alicia tomasse posse de toda sua herança, teria de se casar e permanecer no mínimo um ano casada (logo ela que queria era fugir de casamento!)

O testamento é mostrado a Alicia através de Clóvis, o advogado fiel de Narciso e que se torna também tutor de toda a fortuna de Alicia e passa a ter alguns comportamentos estranhos... 

Alicia resolve arrumar um marido de aluguel (olha isso! SOCORRO!) para poder assumir sua herança e sair da vida bem complicada que estava levando - principalmente porque Clóvis complicava bastante as coisas e não estava ajudando muito Alicia. 




Nessa de marido de aluguel, Alicia conhece Max que aceita se casar com ela. Max é um funcionário da empresa L&L cosméticos (uma das empresas do vô Narciso), que Alicia estava trabalhando (como ordenava o testamento de seu avô). Alicia não se dava muito bem com Max, e a relação entre eles dois é bem complicada até que certos sentimentos começam a surgir no coração de Alicia... será que Max sente a mesma coisa?

O final da história tem acontecimentos bombásticos e que me surpreenderam muito! Muita emoção, aflição, desespero!! Será que alguém estava planejando alguma coisa contra Alicia ou sua fortuna?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Minha opinião sobre o livro: gente, não tinha como ter terminado melhor. O final não foi previsível para mim (NÃO MESMO!), o que eu achei ótimo porque me surpreendeu demais! Eu adorei o livro. A história flui muito bem, a narrativa é ótima, o crescimento dos personagens é maravilhoso (coisa super importante em uma história), o modo como a autora consegue desenvolver e dar seu lugar de destaque a cada um dos  personagens sem deixar a desejar! A gente torce por cada um deles! Sofre e fica feliz junto! Eu amei de verdade! Super recomendo!!!




Sinopse: Protagonista de Procura-se um marido, Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. A morte do querido familiar muda completamente o rumo da história criada pela autora Carina Rissi.  

Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Era algo inimaginável para Alicia que, então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso: colocar um anúncio no jornal para encontrar um marido de aluguel. 

Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou.
julho 09, 2018


Editora L&PM

Sinopse: María Hesse, artista gráfica espanhola, nos brinda aqui com uma lindíssima biografia ilustrada que apresenta, entretecidas, a vida e a obra de Frida Kahlo, incluindo trechos de seus diários, cartas e depoimentos. O livro revela as dores e as delícias de sua existência, mas também como usou a arte para vencer as limitações que as condições lhe impunham e reinventar o próprio existir. O resultado é uma obra poética, lapidar, que dá voz a uma das figuras mais interessantes do século XX.


Se você tá perdido no mundo da lua e ainda não sabe, Frida Kahlo foi uma das maiores pintoras que o mundo já conheceu. Sua pintura carrega muito do que ela foi, sofrimento, alegria e luta.

Nessa biografia ilustrada, María Hesse tenta nos mostrar de uma forma muito bonita a trajetória de Frida, mostrando sua vida e seu trabalho.
 

Eu que já conhecia a história da Frida de trás pra frente, fiquei encantada quando vi a capa desse livro no meio da livraria. Ela é uma das minhas maiores inspirações e sempre que eu vejo algo com a carinha dela tenho uma taquicardia.

Apesar de contar uma história que eu já conhecia, a experiência de ter e ler esse livro não foi nada repetitiva, pelo contrário, foi muito encantadora. As ilustrações que contam a vida da Frida são muito expressivas, cheias de cores e vivas. É tão bonito de olhar que você chega ao fim e quer voltar pro começo só pra apreciar mais um pouquinho.


Por fim, esse é um livro lindo pra quem gosta de apreciar ilustrações, ou simplesmente pra quem ainda não conhece a pintora, ou não conhece tão bem sua história. É um ótimo livrinho para aprender um pouco mais sobre ela, de forma rápida e leve, e se apaixonar pelo trabalho da ilustradora María Hesse.
 

Sobre a artista:  María Hesse (Huelva, 1982). Ela se tornou ilustradora com 6 anos, ela ainda não sabia disso, mas sua professora e sua mãe sabiam disso. Alguns bons anos depois, depois de terminar seus estudos em Educação Especial, ele pegou lápis e se jogou na piscina de ilustração de maneira profissional.María publicou vários editoriais como "Orgulho e Preconceito" para Alfaguara e "Frida Kahlo. Uma biografia "com Lumen.Além do trabalho editorial, o trabalho de Maria Hesse foi exposto em várias exposições e tem um trabalho pessoal onde a sensibilidade e as mulheres são as principais protagonistas.

Você pode acompanhar o trabalho dela pelo Instagram ou em seu site pessoal.

Espero que gostem da dica! :)

Um abraço e até a próxima!
Paloma
julho 06, 2018

Olá, Leitores! Como vocês estão? :) A dica de leitura de hoje é do nosso novo colunista Delduque Avelino (@delavelino). Del, como é chamado, é viciado em ler e vive compartilhando suas leituras e fotos com autores em seu instagram. Confiram a resenha de O tipo certo de garota errada, este emocionante lançamento da querida A. C. Meyer :)





Sinopse: Divertida e cheia de referências musicais, a nova história de amor de A.C. Meyer é a companhia perfeita para quem está vivenciando os primeiros desafios da vida adulta. Escolher uma profissão, ajustar a relação com a família, sair da casa dos pais, faculdade, descobrir talentos pessoais, aprender a se relacionar. Ufa! O início da vida adulta não é nada fácil. Principalmente se você não é exatamente aquele tipo certo de garota. Aquele que frequenta todas as aulas da faculdade que o pai escolheu e sabe o que quer. O orgulho do papai e da mamãe. Aquele tipo de garota com o cabelo perfeito e hábitos saudáveis. Malu não é nada disso. Por outro lado, ela vive plenamente, como se cada dia fosse o último, e nada parece abalar sua coragem e determinação. Em meio a um problemático relacionamento com os pais, ela começa a faculdade de Direito a contragosto e lá conhece Rafael. Rafa está terminando o curso e os dois se tornam inseparáveis. Mas é só amizade. Até outro sentimento começar a falar mais alto. Com a atração se tornando incontrolável Malu e Rafa se permitem viver uma relação sem compromissos: livre, mas ao mesmo tempo intensa e apaixonada. Até que o destino os coloca diante de uma armadilha cruel. Pode o amor ser mais forte que o medo de amar?




Resenha: A excelente A. C. Meyer conquistou meu coração de leitor com o incrível "Cadu e Mari", leitura aliás, que também recomendo. Primeiro que gosto muito de narrações alternadas - o que ela repete agora, neste novo livro - e ela escreve com a alma, os sentimentos em suas histórias chegam a ser palpáveis e nos fazem suspirar como se fosse com a gente mesmo, é o que acontece aqui em "O tipo certo de garota errada". 

A trama conta a história de Malu e Rafa, que de início são de mundos diferentes e até parece haver um abismo enorme, mas isso não impede que uma amizade sincera nasça entre eles. Com o tempo uma atração e envolvimento inevitavelmente vai acontecendo, entretanto ambos têm problemas de relacionamento e não acreditam nas coisas do coração. Aliás, eles parecem nem lembrar que dentro do peito, existe um coração. Malu é forte, cheia de vida e colorida, é uma mulher real. Inteligente, corajosa e linda a sua maneira, entretanto ela tem dificuldade de confiar, pois nunca teve pessoas se importando com ela. E um grande ponto sobre ela: Malu é diferente de qualquer protagonista feminina que você já leu em um romance. Já Rafa é focado, esforçado e sabe o que quer, o que nos faz sentir raiva dele em diversos momentos. Porém sabe também o que não quer, que é viver de aparências, fingindo uma felicidade que não existe, como acontece a sua volta. A relação entre eles é encantadora e cheia de situações tão reais. Desde as dúvidas sobre profissão, amadurecimento – e quanto a isso, preparem as lágrimas – e valor a vida. O ponto é que um é a melhor companhia e porto seguro que o outro pode ter. Eles sabem disso, mas digamos que não sabem como agir quanto a isso.

 


E autora ainda preenche as páginas com citações de Lulu Santos, Ana Carolina, Clarice Lispector, Drummond e John Green, não tem como não amar. Os personagens secundários também são ótimos - fiquei encantado demais pelo Gabriel. Clara é a prova viva do quanto amizade é necessário e faz bem. Longe de mim dar um spoiler do final, porém, o que é fundamental para Rafa e Malu se encontrarem é entender que toda relação precisa de confiança e que, cedo ou tarde, precisamos de alguém para encontrar um lar. Amar, de certa maneira, é preciso sempre. Mas que também tudo tem a hora certa de acontecer. E o mais importante é que Maria Luiza e Rafael sou eu, é você, somos todos nós. Em muitos capítulos vamos nos imaginar nas situações dos personagens e vamos nutrir diversos sentimentos. Enfim, é um livro que conquista pela capa, chama atenção pelo título, que dá felicidade de ler, de tão bem escrito que é, profundo e encantador pela linda história, história essa que ganha o coração e deixa a alma leve. 

Espero que todos leiam esse livro incrível e até a próxima! 

Xoxo,
Del