Enquanto a Black Friday não vem...

quinta-feira, 12 de novembro de 2015
... a pilha de acumulados só aumenta. Quem nunca. Mas vamos aos primeiros comentários dos livros que já folheei:


Um livro inteligente. Pelo menos em seus capítulos iniciais. Mas como estou por volta da página 100 e o livro tem 566 páginas, há um certo não-otimismo em acreditar que a história possa ficar repetitiva em breve. Espero que não mas... nunca se sabe. 

O livro começa com a angústia do jovem Marcus Goldman, que mesmo com muita grana, leitores e um bestseller em mãos simplesmente não consegue acreditar em sua carreira, e tampouco escrever uma qualquer linha de seu próximo livro. Ainda que a expectativa de seu editor e agente fosse um sucesso atrás do outro. No caso, um contrato de cinco livros. De sucesso.

Vida boa ou falência: qual o destino do jovem Goldman?

Ainda não sei. Porque a trama só realmente acontece quando o tal Harry Quebert entra em cena. E há detalhes detalhes e detalhes em cada cena. Livro bem construído. Mas longo. Como um longo episódio de Law and Order com uma pitada de Stephen King. Enfim, vale a leitura. E quem sabe ainda neste ano completo a resenha aqui. Aguardemos.


O Manuscrito é também uma história que se passa nos bastidores do mundo literário, onde escritores e agentes lutam por ambições individuais em uma atmosfera de rápido declínio. Especialmente entre os profissionais de gerações anteriores, que mesmo jovens, ainda em seus quarenta anos, perdem a esperança e o vigor quando em um jogo onde a competitividade é medida pela pouca idade, poder de sedução e sexo. E assim como na história de Harry Quebert este elemento real-cotidiano consegue realmente prender o leitor. No entanto, o autor de O Manuscrito tem um pouco daquela escrita que eu sempre reclamo aqui: a que minuciosamente descreve o momento em que o personagem abre os olhos, levanta da cama, calça pantufas e prepara um chá enquanto responde emails e se surpreende com as notícias do dia. Logo, leitura interrompida na página 80. Mas não descarto a leitura. Ainda. Vamos ver.


Esse é um dos livros mais bem escritos do ano!! Palmas para sua tradução também! Mas confesso que por ser a história muito DENSA e sensível e real e poética eu simplesmente não consegui continuar. Por motivos de: não-podemos-estar-chorando em cada página no momento. Sério. Livro lindo demais! Só isso que consigo por enquanto dizer. E leiam leiam leiam! Ou pelo menos comprem e deixem na estante para um dia existencial e reflexivo. Só não esqueça da caixa de lenço.


Então. Juro que tentei. Tentei embarcar neste clássico universo do Sr. King, ainda mais nesta edição linda (parabéns aos designers e editores da Suma de Letras!). Mas minha inaptidão para histórias de personagens decepados e mortos-vivos realmente é um impedimento. Sou fraca pra esse tipo de leitura, tem jeito não. Risos.


Meu segundo 'então' nesta lista. Então, gente. Posso dizer que a viagem de amor e autoconhecimento estrelada por Julia Roberts em algum momento dos anos dois mil ainda passa por minha memória. E acredito que eu ainda vá gostar desta história quando iniciar a leitura desta edição pocket de Comer, rezar, amar. Mas ainda não iniciei. Talvez por ter esquecido na prateleira com os acumulados do gênero 'li metade e não gostei'. O que é de certo modo injusto pois mal folheei este livrinho e só tirei da embalagem Comprometida, seu companheiro de promoção Black Friday na Saraiva, tipo hoje pra fazer essa foto. Portanto, caso alguém aí tenha feito resenha desses dois, deixem o link que eu to curiosa pra saber o quão fofo ou não é a escrita desse mundo todo aí, ok? 

É isso, pessoal. E como novembro tem Black Falência Friday, e quem sabe algum livrinho de parceria chegando por aqui, tenho uma ligeira impressão de que demorarei um pouquinho mais na leitura desses 'moços' todos aqui do post...

E vocês, quais as pendências da semana/mês/semestre? Compartilha nos comentários :)

4 comentários on "Enquanto a Black Friday não vem..."
  1. Olá, tudo bem?
    Atualmente, estou zerado de leituras. Tenho livros para ler, mas nem me arrisco a começar, pois sei que vai chegar um momento em que meu tempo não vai permitir que eu termine (vida de estudante do último ano do ensino médio). Também pretendo aumentar minha lista com a Black Friday \o/

    Abraço!
    Tudo Online

    ResponderExcluir
  2. Oi Rebeca!!!
    Olha, sou muito suspeita para falar de Comer, Rezar, Amar, mas não me contenho huahuahuahu. Livros de memórias são complicados, estamos muito à mercê do que o escritor está sentindo e pensando naquele momento, sendo que tudo pode ser manipulado para nos impressionar, mas esse livro é uma montanha russa de emoções, achei que a Liz foi muito honesta na escrita, tanto que o começo é difícil mesmo de encarar, por conta da confusão que ela era no momento, com as dúvidas sobre seu relacionamento e a vida, mas pra quem consegue persistir no livro, e acompanhar a mudança que ocorre com ela, a recompensa é encontrar uma jornada impressionante em busca de si mesma, eu amo esse livro, ele fala muito comigo em todos os aspectos e me vi em quase todos os sentimentos que a Liz expõe. Nem todo mundo consegue absorver a intensidade da sua escrita, mas eu acredito que é um livro que a gente tem que ler no momento certo, assim é impossível não se render a ele.
    Senhor, falo demais, espero não ter dado spoiler huahuahuahua.
    Bjoooooo
    ameninaquenaoparadeler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Rebeca, eu tenho muitos livros para ler na estante e preciso me organizar para colocar as leituras em dia. Também recebi uns de editoras e estou me ajeitando para ler e fazer resenha no blog. Estou lendo Carnaval, da Luly Trigo, e estou achando fantástico. A história é divertida.
    Sabe que eu li comer, rezar e amar e não gostei? Ah, achei uma história chata. Sorry! Mas é um livro que penso em pegar de novo e dar uma chance sabe?
    Te desejo sucesso nas leituras.

    P.S: assim como você, também coloco papéis coloridos nos livros.
    Beijos,

    ResponderExcluir
  4. Ow, me conte depois como é esse seu lance de troca de cartas <3 Vi no Insta e gostei <3

    ResponderExcluir

Auto Post Signature