Dica de leitura: O Resgate – Nicholas Sparks | Texto por Gih Medeiros | Editora Arqueiro

by - 13:12:00


Na próxima semana, mais especificamente no dia 05 de Abril, a cidade de São Paulo vai estremecer ao receber uma visita ilustre: o escritor, roteirista e produtor americano, Nicholas Sparks chega para o lançamento de seu mais recente livro lançado pela Editora Arqueiro, Dois a Dois, em que conta a história de um homem que precisa se redescobrir e buscar qualidades que nem desconfiava possuir para lutar pelo que é mais importante na vida: aqueles que amamos, uma mudança que chega através do relacionamento desse homem com a filha de 6 anos (separem a caixa de lenços!!!).

Sei que o Sr. Sparks tem sido muito criticado ultimamente. Vejo vários leitores, entre eles alguns blogueiros, dizendo que suas histórias são sempre iguais, que são muito melosas e previsíveis. Eu não vejo dessa forma. Nunca li nenhum livro dele que se comparasse a outro, as tramas são sempre diferentes, mesmo que o tema central seja o amor, de alguma maneira. Mas, se você perguntar a 1000 pessoas diferentes o que elas acham do amor, as respostas também não serão diferentes? É assim que eu vejo a obra do Nicholas, cada livro tem sua peculiaridade e sua forma de nos mostrar uma face deste sentimento. Claro que não gostei de todos os livros dele que li, mas foram bem poucos os que não passaram pela minha aprovação, por não me identificar com o enredo, mas com relação à forma de contar histórias, não há motivos para queixas de minha parte. 

Poucos autores tem a capacidade de transformar histórias de pessoas comuns em um enredo atrativo, ainda que a maior parte da jornada dos personagens seja sobre problemas do dia a dia, que qualquer um de nós pode vir a vivenciar ou já chegou a enfrentar algum dia. Se isso não tem valor na literatura, eu não sei mais o que pode ter.

Dentre os livros que li, O Resgate ainda é o meu favorito. A primeira vez que li esse livro, há alguns anos, foi uma versão portuguesa, antes de ser lançado aqui no Brasil, e toda vez que sabia que um livro do Nicholas ia chegar às prateleiras, ficava animada achando que era esse, mas demorou bem mais do que eu esperava. O motivo pelo qual esse é o meu livro favorito do Sr. Sparks, é que a história é baseada em sua própria experiência com um de seus filhos, que teve atraso no desenvolvimento da linguagem. Como sou da área de reabilitação, sei o quanto é difícil lidar com uma criança especial, e a luta diária para se conseguir um mínimo de evolução através de muitas tentativas de erros e acertos. 


A história desse livro gira em torno de Denise, uma jovem mãe solteira que precisa lidar com o filho Kyle, um menino com problemas no desenvolvimento da linguagem. Ambos passaram anos em busca de uma resposta para o que provocou isso no garoto, mas depois de muita procura nenhuma resposta foi adequada. Diante disso, Denise que sempre leu tudo que podia sobre o assunto resolve tentar ela mesma, uma forma de estimulação que depois de muita persistência começou a apresentar resultados, mas a um custo muito alto, já que isso os levou a um isolamento forçado. Denise, como muitas mães da vida real, abriu mão de carreira, amigos e de uma vivência mais confortável em uma cidade grande.

Retornando para a cidade natal, acaba conhecendo Taylor em uma situação desesperadora. Taylor é voluntário no corpo de bombeiros, e leva muito a sério esse trabalho, a ponto de beirar a imprudência ao se arriscar em resgates, incêndios e todo tipo de situação perigosa, mesmo sendo perturbado por fantasmas do passado. Só tem uma situação em que ele não se arrisca, envolver-se verdadeiramente com alguém... Porém, isso começa a mudar ao conhecer Kyle, uma criança peculiar e sua mãe Denise, uma jovem simples, mas dona de uma firmeza de caráter que impressiona quem a conhece.

Duas vidas marcadas por feridas profundas, que podem nunca se fechar dependendo das escolhas que farão a partir do momento em que suas vidas se entrelaçam. Uma história fascinante sobre a capacidade de cura do amor quando nos permitimos ser amados!!!

“Taylor só conseguiu olhar para Denise, sentindo-se pequeno diante da emoção em suas palavras. Ela era tão honesta, tão vulnerável, tão incrivelmente bonita...

Sentada perto dele à luz das velas, ela o olhou diretamente, com um brilho de mistério e compaixão no olhar. E foi naquele momento que Taylor McAden se apaixonou por Denise Holton.

Tantos anos se perguntando o que isso significava, tantos anos de solidão o tinham levado exatamente aquele ponto, aquele aqui e aquele agora” – pgs. 194/195

Eu adoraria ver o Nicholas de perto, mas infelizmente não poderei comparecer ao evento (os deveres da vida adulta não me permitem viver minha tietagem literária plenamente – lágrimas). Isso não significa que não vou acompanhar através das redes sociais, por isso queridas(os) que irão vê-lo, tirem muitas fotos e deem aquele beijo e aquele abraço nele por mim <3.






Sinopse: Taylor McAden é voluntário do corpo de bombeiros da pequena Edenton. Destemido a ponto de parecer imprudente, enfrenta incêndios, participa de salvamentos, desafia a morte sem hesitar. Mas uma coisa ele não tem coragem de fazer: entregar seu coração.

Por toda a vida ele se envolveu com mulheres que estavam mais em busca de apoio que de amor – e sempre se afastava delas assim que o relacionamento começava a ficar sério.

Numa noite de tempestade, enquanto sinalizava postes de energia caídos, Taylor encontra um carro batido na beira da estrada. Assim que recobra os sentidos, Denise, a motorista, pergunta pelo filho. Mas Kyle, um menino de 4 anos que tem problemas de audição e de fala, não está em sua cadeirinha no banco traseiro.

Durante a busca pelo garoto, Denise se surpreende ao ver que está diante de um homem capaz de abrir mão da própria vida para salvar uma criança. E o que Taylor nem imagina é que esse resgate será muito diferente de todos os que já fez, pois exigirá mais do que coragem e força física – e talvez possa levá-lo à própria salvação.

You May Also Like

0 comentários

Visitas